domingo, 6 de agosto de 2017

Ei, moça, não se esqueça que você é flor.

Olha só, a vida tá passando. É isso mesmo… Eu sei que não adianta falar todos aqueles clichês, talvez ele nunca se dê conta do quanto perdeu, essa é a mais dura realidade. Tem coisas, moça, que não são para ser, ou até são, mas em um outro momento, em outra ocasião.
Eu gostaria que você conseguisse enxergar a si mesma com meus olhos, eu vejo muito além do que esses olhos inchados e esse bafo de cerveja depois de um longa noite fingindo estar feliz e chorando sozinha no travesseiro. Mas amor-próprio é algo que se conquista com paciência, muitas noites mal dormidas e muita força de vontade.
Sei que é difícil, sei que tem momentos que a dor é tão grande que invade todo o nosso corpo, e parece que o peito vai explodir, parece que a vida não tem sentido, mas moça, a vida tem a cor que a gente pinta, e convenhamos… Já passou da hora de você tirar esse preto dai. Que tal colocar amarelo? A cor dos cachos do seu cabelo, a cor do sol, a cor da riqueza… E quando me refiro a riqueza, não estou falando de dinheiro, mas sim da riqueza de momentos especiais, da riqueza de pessoas que trás luz e paz para nossa alma, a riqueza que não tem valor, aquela que conquistamos dia após dia, a riqueza de estar com pessoas que vão te ajudar a levantar quando você cair, que vão lutar ao seu lado quando você estiver cansada, a riqueza de pessoas que não vão embora. Gente que permanece na dor e na alegria, gente que valha a pena, que valha a tentativa de seguir em frente. Gente que irradia beleza interior… e se você não gostar de amarelo, tudo bem! Que tal rosa? A cor das duas bochechas quando está tímida. A cor do amor… Só tira esse preto dai, porque ele definitivamente não combina com você.
Levante, se olhe no espelho e se ame. Ame a mulher forte que você é, ame o coração grandioso que você tem, ame e valorize a personalidade forte e verdadeira que exala de você, ame o seu sorriso de menina travessa, ame o seu olhar de mulher fatal, ame o fato de que quando você sorri seus olhos ficam tão pequenos que quase parecem sumir naquela imensidão de bochechas rosadas, ame a sua dor, mas não deixe que ela consuma você.
Moça, não deixe que sua dor se torne você!
Não deixe que ela apague toda essa luz que vem de você. Não deixe que ela seja tudo aquilo que as pessoas conseguem ver. Se orgulhe, de ser alguém nesse mundo de pessoas frias e robóticas, nesse mundo de relacionamentos superficiais, unilaterais e que sobrevivem através de likes, se orgulhe de ser alguém que consegue sentir. Se orgulhe de ser alguém que lamenta, se arrepende, faz bobeira por medo, faz bobeira por coragem, faz bobeira por fazer… se orgulhe por conseguir ouvir seu coração bater, ainda que acelerado, machucado, baqueado, detonado… Mas batendo e batendo. Se orgulhe de mesmo com o coração quebrado você conseguir mostrar e oferecer o melhor que você pode e consegue ser.
Talvez ele não volte. Talvez ele nunca mais volte. Talvez ele simplesmente siga, e você merece seguir também. Você merece alguém que te mereça. Alguém que te faça entender porque tudo deu errado agora, e que te faça agradecer por ter sido assim. Alguém que tenha o prazer de te conquistar todos os dias, sem preguiça, sem monotonia, sem rotina. E que não canse de te lembrar o quanto você é linda ainda que esteja parecendo um filhote de panda. Alguém que ouça suas reclamações e cale sua boca com beijos que te faça perder o fôlego. E que te beije. Que te beije muito. A vida é bem mais leve com beijos de presente. Alguém que te escute, e mesmo que não te entenda tente compreender seu lado. Alguém que só reclame de você quando você estiver longe dos braços e abraços que ele pode oferecer. Alguém que te acolha, que consiga desfazer sua cara amarrada, acabar com sua pose de durona, e que fique... Que fique ao seu lado mesmo quando você não estiver em um dia bom, que fique ao seu lado mesmo quando as coisas ficarem difíceis, que fique ao seu lado mesmo quando você não quiser que ele fique, que fique ao seu lado quando você achar que ninguém está, que fique ao seu lado e te ame mesmo quando você não merecer, e que te ensine que o amor é muito além das migalhas que você estava acostumada a receber. Alguém que talvez você ate já conheça, mas que precise de tempo para aprender que você é uma daquelas pessoas raras que a gente encontra na vida e que por ser tão preciosa merece ser cuidada e amada todos os dias, e quando ele se der conta disso, que ele apareça. Que ele te encontre, te reencontre. Invente, se reinvente. Te ame, reame e se sinta sortudo por estar com você.
Talvez ele demore… e enquanto isso, moça, siga aquele velho conselho: levante a cabeça e ofereça o seu melhor, faça da sua dor raiz e regue com amor que logo ela será flor e eu nem preciso dizer que você não nasceu para ser um mero galho, você nasceu para ser flor e flor é o que você é, mesmo que agora você só consiga enxergar galhos finos e espinhos.
E ah… Antes que eu me esqueça: “E que o verão no seu sorriso nunca acabe!”


Nenhum comentário:

Postar um comentário