terça-feira, 20 de junho de 2017

A Outra

Exatamente, eu sou a outra. Algum problema? E antes que responda reflita sobre o que tenho a dizer.
Eu sou a mulher que ele não apenas olhou passar diante de seus olhos castanhos, mas a mulher que ele lutou para conquistar, ao contrário do que pensa, eu nao fui fácil, fui bem dificil, as coisas foram bem difíceis.
Não sou qualquer uma, eu sou a mulher que enfrenta as suas próprias batalhas, a que vive seus grandes sonhos, a que não desiste, não dependo nem financeiramente ou emocionalmente de qualquer um.
Eu sou aquela mulher, não vadia, que ele mandou entregar um buquê de rosas no trabalho, e antes que mendigue palavras te digo que tenho trabalho digno.
Sou eu a vadia que ele desejou amar, não apenas fazer sexo, mas amar. Ele beijou a minha testa, me abraçou quando precisei, o abracei quando precisou, fomos amigos e companheiros um para o outro. 
Claro que jantamos em locais que ele nunca te levou, transamos em todos os cômodos de uma casa, obviamente visitamos vários motéis, mas foi além disso, amor vai além disso, temos o que casais, como você e ele, não tem.
Ele foi namorado, noivo e marido, sem ter a mínima necessidade de entregar-me um anel caro.
Houve dias de pedirmos o prato mais caro do restaurante, assim como houve tempos difíceis que comemos pão, apenas pão. Como disse eu enfrento a minha batalha e desde que nos encontramos lutamos lado a lado.
Você é a mulher que dorme com ele todas as noites, a que vai nas reuniões familiares de domingo, a que roda o mundo com ele, a que tem aliança, a que foi até o altar de branco, você sabe que você de certa forma tirou grande parte de mim, mas apesar disso eu sei que eu ainda venço.
Ele sai da minha casa e vai para a sua, machuca, mas eu ainda venço.
Pode gritar que sou vadia, que ele só quer sexo, grita mais, mas no final você sabe que amor de verdade é apenas entre mim e ele, que relação de verdade é entre mim e ele, sem plateia pra aplaudir e mesmo assim damos um espetáculo de te deixar incrédula, no final você sabe quem eu realmente sou, e sabe ainda mais, quem realmente você é.
A outra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário