terça-feira, 7 de março de 2017

VAI PEGAR OU FICAR SÓ OLHANDO?

Ocorrida em 2006

Quando tínhamos 16 anos participávamos de um grupo de jovens desses de igreja, eu, Carlos, Bruno e Pedro. Havia um rapaz um pouco mais novo, devia ter uns 14 anos eu acho, o Kleber, ele queria pagar de popular entre a galera e resolveu fazer uma festa de aniversário, chamou todos os mais velhos do grupo (inclusive eu e os rapazes), como não tínhamos nada para fazer naquela sexta feira, resolvemos aparecer, sabe como é. Boca livre não se dispensa, e pelo que ele tinha falado, havia chamado todas as meninas do grupo, então.... Chamar ele até chamou, elas aparecerem aí já é outra história. Porém só descobrimos isso quando chegamos na festa.
Chegando na casa de Kleber a festa tinha apenas uns gatos pingados, uns 15 caras e apenas uma garota, sim uma garota! E a garota era feia de rosto (até gostosinha de corpo) e com fama de piriguete, a típica mina queima filme, mas pelo menos tinha bebida, estávamos ali agitando quando Kleber nos chama para irmos com ele duas quadras acima chamar umas meninas para agitar a festa (opa, chamar mulheres? Vamos nessa...). Fomos na casa de três garotas, duas eram gêmeas (inclusive Kleber já estava ficando com uma delas) e a mais nova era tão feia quanto as gêmeas (kkkk, sarcasmo desnecessário), as meninas toparam, mas pediram um tempo para ir se arrumar (para elas se arrumarem para uma festa iam demorar por volta de uns 100 anos, mas eu não ia pegar nenhuma delas mesmo, então que se foda).
Enquanto esperávamos as garotas ficamos ali na rua conversando, quando na outra esquina tinham uma garota e seu namorado, e a garota era amiga de Pedro e de Bruno (ela também faziam parte do grupo da igreja, mas eu só conhecia de vista), fomos todos conversar com s garota e o cara, chegando lá eu vi que Pedro estava com sua típica cara de medo, até que ele me chama no canto e explica, cara eu estava mandando umas mensagens safadas para essa menina e o namorado viu e prometeu me moer na pancada quando me achassem, então PELO AMOR DE DEUS NÃO ME CHAMA PELO NOME!
Eu: Cara que bosta, relaxa, vou te chamar só de cuzão, está bom?
Pedro: É sério man, não brinca com isso, olha o porte do cara
Eu: Tudo bem man, fica sussa
Foi difícil continuar conversando com a galera ali sem rir, ainda bem que as amigas de Kleber logo ficaram prontas (se eu risse na cara do namorado da garota acho que seria eu quem ele moeria na pancada, coisa que dado meu físico e o dele não seria muito difícil), despedimos e descemos para a casa de Kleber, no caminho contei para a Bruno a história, que obviamente riu muito chamando eu e Pedro de frouxos.
Chegando lá na casa de Kleber haviam chegado mais dois amigos nossos, o Juan e o Jader, mal as meninas chegaram e Juan já puxou a irmã mais nova das gêmeas e deu um beijo que fez todo mundo arregalar os olhos, Kleber já estava no outro canto com uma das gêmeas, e Bruno tentou ficar com a outra, porém levou um fora da garota, algo que passaria batido se Jader não grita:
Jader: AH BRUNO LEVOU UM FORA DA GÊMEA, KKKK
Bruno chega para mim e fala:
Bruno: Man agora eu preciso pegar essa menina, senão serei zoado demais, levar um fora de uma garota feia é fim de carreira
Eu: Cara, não sei o que é pior, pegar essa garota ou levar um fora dela. Kkkk
Mas depois de insistir um pouco Bruno pega a garota e assim consegue ter paz em seu coraçãozinho (kkkk). Nisso a piriguete que já estava lá vem dançar comigo, se esfregando e tudo mais, nesse momento fiquei ali pensando se eu pegava ela ou não, se por um lado seria bom dar uns pegas naquela festa que só tinha cuecas, por outro lado aguentar a zoeira dos caras por pegar a piriguete feiosa seria demais. Para não ser zoado, achei melhor não pegar a garota e fiquei ali de boas na minha mesmo, o que não adiantou muito porque quando voltávamos da festa fui zoado do mesmo jeito por ficar ali dançando com a garota e não fazer nada (fui realmente um besta), mas sabe como são garotos de 16 anos, se preocupam mais com aceitação do grupo, e com isso perdi de dar uns amassos e fui zoado do mesmo jeito, eu não sei se eu era um tolo completo ou se essas histórias me fizeram “tocar o foda-se” e não ligar mais para porra nenhuma, o que sei que hoje eu mandaria todos irem se fuder e pegava a mina sem nem pensar, acho que meu eu de hoje teria bons conselhos para dar para o meu de 16 anos, mas que se foda...


PÓS HISTÓRIA
O pior de tudo foi ter de aguentar Kleber indo na casa de todos cobrando R$5,00 pela festa (aquela festa que seria de graça) e o mais tosco é que o único que pagou foi Carlos, logo ele, o mais mão-de-vaca da galera, lembra que o Carlos também estava na festa? Pois é eu também havia me esquecido pois ele simplesmente sumiu da festa, só na hora de ir embora é que descobri que ele estava conversando na porta e bebendo com outro amigo nosso, mas sinceramente, ele foi o que se deu melhor nesta festa onde uns não pegaram ninguém (tipo eu), outros beijaram barangas e ninguém comeu ninguém. Carlos sempre foi o “viajado’ da galera, mas nessa ele foi o mais sábio de nós.

Escritor Misterioso

Nenhum comentário:

Postar um comentário