domingo, 5 de março de 2017

Com amor, do seu amor

Bom dia, o café está na mesa e eu passei na padaria e comprei aquele pão com leite condensado que você tanto gosta, não tem um porquê, é só para te ver começar o dia sorrindo mesmo, ou só para imaginar sua cara contente ao dar a primeira mordida.
O dia lá fora está lindo, então aproveite. Coloca aquela bermuda de moletom que fica linda em você e vai malhar, eu gosto quando você chega em casa molhado de suor, só pra ter uma desculpa para tomar banho e limpar você. Enquanto eu escrevo essa carta eu estou te imaginando abrindo a porta e perguntando sobre o almoço, e já até consigo me ver brigando com você pra ir pro banho antes de comer. Você me conquista na simplicidade, nos detalhes e a cada dia um pouco mais.
É, eu já até separei sua samba-canção preferida para depois do banho. Você fica lindo nela. Esparramado no sofá da sala vendo seu canal de esportes, com o prato de comida nas mãos, os cabelos ainda molhados do banho, e aquele cheiro que só você tem. Consigo imaginar a cena só em fechar os olhos. E já imagino um monte de sacanagem depois do almoço. A simplicidade do amor me encanta.
Você não sabe cantar, mas quando pega o violão improvisa o Renato só pra me alegrar. Não gosta de cinema, mas compra ingressos toda segunda porque é mais barato. Não torce pro Flamengo mas assiste os jogos comigo aos domingos. Não come japonês, mas me leva toda quinta, seja para comer no restaurante ou em casa. Não gosta de novela mas adormece ao meu lado quando estou assistindo. Você me escuta mesmo quando não está entendo nada, e se mostra interessado por cada ideia louca que eu tenho de salvar o mundo, mais do que isso, você quer salvar o mundo comigo.  Toda sexta você me leva para jantar fora, seja na varanda de casa ou no restaurante mais chique da cidade (isso depende da nossa verba). Você se esforça, e isso moreno, é a coisa mais bonita que alguém já fez por mim.
Eu não sei se já te disse, mas eu passo horas admirando seu sorriso, já decorei cada ruguinha de expressão que você tem no rosto, e eu não resisto àquela covinha no lado esquerdo da sua bochecha. Tem coisas na vida que fazem a gente perder o fôlego, você me faz sentir assim todos os dias quando sai do banho com uma toalha enrolada na cintura e a outra secando os cabelos. Você me faz suspirar todas as noites quando beija minha testa e diz pra eu dormir bem antes de ir embora  ou quando me abraça por trás na cama quando dorme comigo. Você me faz te amar todos os dias. Quando penso que não consigo mais amar você, você me mostra que amor nunca é demais, e eu te amo mais do que antes, cada dia um pouco mais, superando as expectativas e frustrando minhas teorias.
Detalhes. São os detalhes que me fazem ficar perdida em pensamento as seis da manhã imaginando você. São os detalhes que me fazem amar você. Foi nos detalhes que você me conquistou.
Você não abre a porta do carro todas vezes, mas me surpreende algumas vezes aquando abre e beija minha mão. Não há nada encantador na rotina, mas há coisas fascinantes em surpresas, e você é mestre nisso.
Você não lembra o dia de aniversário de namoro se eu não colocar o lembrete no seu celular, mas quem se importa com um dia no mês quando todas as sextas você me leva pra jantar só porque nós nos conhecemos em uma sexta feira 13. Sim, era sexta, e era 13. Foi o dia de maior sorte da minha vida. E desde então 13 tem sido um grande número da sorte e sexta é um daqueles dias em que mesmo depois de tanto tempo eu sinto o nervosismo do primeiro encontro, mesmo que não seja 13, porque todas as sextas nós temos um novo primeiro encontro.
Essa carta não é só para dizer que o café está pronto, que eu torço pro Corinthians pra te ver feliz (só quando não joga contra o Flamengo), que eu comprei a rosquinha com leite condensado porque você ama, que você tem um cheiro só seu, que eu adoro sua bermuda de moletom, e a samba-canção com estrelinhas brancas, muito menos para dizer que eu te amo hoje mais que ontem e menos que amanhã, porque amanhã te amarei muito mais que hoje, com certeza. Isso tudo você já sabe. Nem para falar do seu sorriso lindo que me hipnotiza, da covinha que me conquista todos os dias, ou das ruguinhas que eu aprendi a decifrar.
Essa carta é para lembrar que amanhã é dia 13, e que eu tenho muita sorte por ter você na minha vida.
Ps: Não esquece de colocar o lixo para fora. Haha
Com amor, do seu amor.

2 comentários: